Doença de Stargardt (Fundus Flavimaculatus)

Featured

A doença de Stargardt é a forma mais comum de degeneração macular juvenil. Nela ocorre a perda progressiva das células fotoreceptoras da mácula, gerando a redução da visão central, com a preservação da visão periférica. Porém, a visão periférica também pode ser afetada em estágios mais avançados da doença e em casos mais raros. A doença aparece, normalmente, entre os 7 e 20 anos. A progressão da Stargardt varia de pessoa a pessoa, podendo se agravar após os 50 anos.

Continue lendo

Novo Medicamento Poderá Prevenir Cegueira Causada por Doença Genética

Publicada em 09/02/2018

 

A Doença de Stargardt afeta em torno de 10 mil crianças

 

Ilustração da silueta de um rosto de uma pessoa lendo a Tabela de Snellen

Ilustração da silueta de um rosto de uma pessoa lendo a Tabela de Snellen

Uma nova droga que poderia ajudar a prevenir a perda de visão causada por uma condição atualmente intratável está sendo testada pela primeira vez no Reino Unido. Continue lendo

Entrevista com Gustavo Serrano Reyes, presidente da Fundalurp (Fundación Lucha Contra la Retinitis Pigmentosa, Chile)

Gustavo Serrano, presidente da Fundalurp, concedeu uma entrevista exclusiva ao Grupo Virtual Stargardt durante o VI Seminário Internacional: avanços contra as distrofias da retina e ajudas técnicas, realizado pela Fundação, em Santigo, no Chile, no final de outubro de 2017. Gustavo Serrano é engenheiro e iniciou os trabalhos para criar a Fundação em 2008. Ele afirma que é importante oferecer apoio aos pacientes e a seus familiares, ao mesmo tempo, que é necessário conscientizar a população sobre a deficiência visual. Veja abaixo a entrevista na íntegra e traduzida para o português:

Gustavo Serrano e Marina Leite no momento da entrevista

Gustavo Serrano e Marina Leite no momento da entrevista

Continue lendo

Jantar às escuras em Santiag

 

A Fundalurp, Fundacíon Lucha contra la Retinitis Pignentosa realizou o seu VI Seminário Internacional em outubro de 2017 . O evento começou em grande estilo com um delicioso jantar às escuras. O jantar foi preparado por pessoas com deficiência visual e todos comeram com os olhos vendados, uma experiência única. 

Cantores chilenos cegos sendo admirados pelos convidados do jantar às escuras

Cantores chilenos cegos sendo admirados pelos convidados do jantar às escuras

Continue lendo

VI Seminário Internacional de Fundalurp: Avanços contra as distrofias da retina e ajudas técnicas – Santiago,  Chile

Foto tirada do auditório onde ocorreu o VI Seminário Internacional da Fundalurp em Santiago no Chile. Na imagem, em primeiro plano estão os palestrantes e, em segundo plano, a platéia.

Foto tirada do auditório onde ocorreu o VI Seminário Internacional da Fundalurp em Santiago no Chile. Na imagem, em primeiro plano, estão os palestrantes e, em segundo plano, a platéia.

 

Entre os dias 26 e 28 de outubro de 2017, em Santiago no Chile, a Fundalurp (Fundacíon lucha contra la Retinitis Pigmentosa) realizou o seu VI Seminário Internacional, cujo tema foi “Os avanços contra as distrofias da retina e ajudas técnicas”. O evento contou com a participação de pesquisadores e profissionais internacionais da área. Marcaram presença também representantes de distintas associações de pacientes Continue lendo

EVENTO ANUAL DO RETINA SÃO PAULO E RETINA BRASIL 2017

Foto do Banner como logo do projeto Bengala Verde e símbolo universal de pessoa com deficiência visual

Foto do Banner como logo do projeto Bengala Verde e símbolo universal de pessoa com deficiência visual

No último sábado, 30 de setembro de 2017 realizou-se o Encontro Anual do Grupo Retina São Paulo e Retina Brasil que aconteceu no auditório da Câmara Municipal de São Paulo onde estiveram presentes pacientes associados da instituição, representantes de outros grupos regionais como Retina Campos, Retina Ceará, Retina Minas e Retina Rio, médicos e personalidades importantes envolvidas na luta das pessoas com baixa visão.
Tivemos a honra de ouvir o vereador Paulo Frange, que abraçou a Campanha da Bengala Verde, compreendendo sua importância e ainda firmou seu compromisso na criação de um projeto de lei para que a bengala verde seja instituída oficialmente no Brasil.
Conhecemos a professora argentina Perla Mayo, criadora da Bengala Verde, que trouxe a história de como tudo começou em depoimento emocionante. Continue lendo

Chip colocado no cérebro que “lê” e ativa neurônios poderá reverter cegueira e surdez

Cientistas da Universidade de Rice, nos Estados Unidos, estão desenvolvendo um microscópio minúsculo para ser implantado no cérebro. A ideia é que o instrumento leia sinais de alguns neurônios ligados à visão e audição e os transmita para frente, auxiliando na recuperação desse sentidos

Foto: microscópio cerebral

Foto: microscópio cerebral

Continue lendo

WordPress theme: Kippis 1.15